E como qualquer pessoa desejo que o próximo ano seja mais positivo que este, espero evoluir profissionalmente, apesar do que se diz, o ano que se avizinha não vai ser um ano nada fácil. Haja esperança! Além disso espero continuar a evoluir e a crescer como pessoa, estamos sempre a aprender!

Para a minha família, amigos, conhecidos, os que me querem bem e até os que não me querem tão bem, desejo tudo o que desejo para mim, um ano cheio de saúde e de coisas boas!

Deixo-vos este video maravilhoso!




Bom ano de 2009!!!

Muitos beijinhos

Magali


Read more

Natal!

Written by magali 2 comentários Posted in:

O Natal já passou e correu melhor do que eu pensava...
Acima de tudo gostei da companhia da minha família, era bom podermos estar sempre todos juntos mas a vida é mesmo assim... Sejam todos os natais assim e eu sou uma pessoa feliz!
As crianças fazem o natal e por enquanto eu tenho duas meninas lindas, a godinha e a luneta:). É bom ver os seus olhinhos brilharem quando abrem as prendas e ver a sua euforia por estarmos todos juntos!
Foi um natal em harmonia, com muita paz, muito amor e muito carinho, que posso eu mais pedir?!
Espero que o vosso também tenha sido bom!
Muitos beijinhos
Magali

Read more

Imagine....

Written by magali 3 comentários Posted in:


John Lennon

E nunca é demais ouvir esta música!

Beijinhos!!

Magali

Read more

Epidemia

Written by magali 0 comentários Posted in:


A Cólera é uma infecção intestinal aguda provocada por uma bactéria, transmitida através da ingestão de água ou de alimentos contaminados. Esta doença surge sobretudo nas regiões mais pobres do mundo, onde não existe acesso a água potável. Todas as pessoas podem ser contamindas mas as mulheres, as crianças e idosos são os grupos de risco.

Actualmente existe uma epidemia de cólera no Zimbabué que teve inicio em Agosto, e segundo a ONU já matou cerca de 775 pessoas e fez mais de 16 mil doentes. A situação é grave e já foi declarado o estado de emergência no país. A cólera já alastrou ao Botswana e África do Sul onde os doentes procuram tratamento, uma vez que os serviços de saúde no Zimbabué funcionam de forma bastante deficitária. Para agravar a situação as autoridades decidiram cortar o abastecimento público de água à capital e as escolas encerraram, muitas crianças deixaram de ter acesso à sua única refeição. Como medidas de combate à epidemia a UNICEF está no terreno a distribuir água potável às populações, vai vacinar 1,5 milhões de crianças e fornecer medicamentos a 70% da população para evitar que a situação ainda se agrave mais. O ex-presidente, Robert Mugabe já veio dizer que a situação está controlada mas segundo as organizações humanitárias isso não é verdade.

A somar à epidemia de cólera, o país está mergulhado num ambiente caótico em termos políticos. O ex-presidente Mugabe ainda não aceitou a decisão de ter perdido as eleições. Sendo assim podemos questionar-nos sobre até que ponto é que o actual governo (!?) não tem contribuído para o agravamento da situação da epidemia? Enquanto se discute quem ou não é o poder, existem milhares de pessoas sem acesso a água, alimentação e saúde, essencial a todos os seres humanos.

Beijinhos!

Magali

Read more

Poesia

Written by magali 3 comentários Posted in:

Poema à mãe

No mais fundo de ti,
eu sei que traí, mãe!

Tudo porque já não sou
o retrato adormecido
no fundo dos teus olhos!

Tudo porque tu ignoras
que há leitos onde o frio não se demora
e noites rumorosas de águas matinais!

Por isso, às vezes, as palavras
que te digo são duras,
mãe, e o nosso amor é infeliz.

Tudo porque perdi as rosas brancas
que apertava junto ao coração
no retrato da moldura!

Se soubesses como ainda amo as rosas,
talvez não enchesses as horas de pesadelos...

Mas tu esqueceste muita coisa!
Esqueceste que as minhas pernas cresceram,
que todo o meu corpo cresceu,
e até o meu coração ficou enorme, mãe!

Olha - queres ouvir-me? -,
às vezes ainda sou o menino
que adormeceu nos teus olhos;

ainda aperto contra o coração
rosas tão brancas
como as que tens na moldura;

ainda oiço a tua voz:
"Era uma vez uma princesa
no meio de um laranjal..."

Mas - tu sabes! -
a noite é enorme
e todo o meu corpo cresceu...

Eu saí da moldura,
dei às aves os meus olhos a beber.

Não me esqueci de nada, mãe.
Guardo a tua voz dentro de mim.
E deixo-te as rosas...

Eugénio de Andrade

É uma das minhas poesias preferidas.
Muitos beijinhos!
Magali

Read more

Ergonomia

Written by magali 4 comentários Posted in:

A ergonomia é uma disciplina que se ocupa da optimização das condições de trabalho visando de forma integrada a saúde e o bem estar do trabalhador e o aumento de produtividade (FMH).
Quando o trabalho é executado sem as condições ideais ou quando o trabalhador não está informado sobre a melhor forma de o executar existem riscos para a sua saúde. As lesões muscolo-esqulécticas são lesões que decorrem do trabalho repetitivo ou de um trabalho mal executado. É necessário prevenir estas lesões e para isso há que olhar para o trabalho executado e para a forma como ele é efectuado "in loco". É muito importante verificar isso no terreno pois na maioria das vezes o que acontece na prática é diferente da teoria e sem uma avaliação correcta dos riscos não é feita uma prevenção adequada. Este trabalho não é de todo fácil, uma das medidas para minimizar o risco de lesões muscolo-esqueléticas é a rotação no trabalho, podem imaginar que não é fácil dizer a um trabalhador que desempenha uma determinada tarefa à vários anos que vai ter que desempenhar outra tarefa. Este trabalho tem que ser feito com a colaboração dos trabalhadores por isso é importante explicar ao trabalhador os porquês dessas mudanças de uma forma clara e concisa. Se o trabalho fôr executado da forma correcta evitam-se as lesões e a produtividade também aumenta. Portanto, todos (entidade empregadora e trabalhador) devem estar interessados e colaborar nesta questão da ergonomia. Todas as tarefas tem riscos associados e por isso há que minimizá-los.

O video que vos deixo é exactamente sobre essa questão.
Espero que vos tenha alertado para a vossa postura diária, não só no trabalho mas em qualquer outro lado.

Beijinhos!

Magali

Read more

Para TI...

Written by magali 3 comentários Posted in:

Todas as histórias começam como era um vez e esta não é excepção.
Era uma vez um ser magnifico que certo dia resolveu aparecer na minha vida!
Esse ser surgiu do nada, de um acaso, de um encontro que não era esperado!
São sem dúvida os melhores encontros...
Era um ser com muita experiência de vida.
Um ser com muita garra e de fortes convicções!
Um ser com uma história de vida sofrida a quem eu dei e dou o melhor que tenho para dar!
Um ser especial, meigo no olhar, terno no estar, no partilhar, no viver, no amar.
Um ser que me guia até nos dias mais escuros, que ilumina a minha vida!
Um ser que espero poder ter para mim, uma dádiva!
Esta história não tem fim à vista e é muito feliz!
Esta história faz-me ser a pessoa que sou!!!
Dizem, um ser maravilhoso...
LU eye
Beijinhos!
Magali

Read more

Natal...

Written by magali 2 comentários Posted in:

Inaugurei hoje a época natalícia, hoje fiz a minha árvore de Natal!
É tradição que tenho de continuar mas o Natal para mim já não é o que era! Antigamente quando estava na casa dos meus pais sentia o Natal de outra forma, tinha a minha mana e era sempre uma festa quando nos juntávamos para decorar a árvore, eu a minha mãe e a minha mana. O meu pai deixava para nós essa tarefa que nós tanto gostávamos de executar. Pôr as luzes, as bolas, as fitinhas, na mais perfeita combinação. Antes de existirem as árvores artificiais íamos a uma mata buscar um pinheiro, coisa que hoje em dia é proibido e acho muito bem! Nessa altura escolhíamos o pinheiro que nos parecia mais bonito, agora são todos muito iguais uns aos outros. Quando chegávamos da mata colocávamos o pinheiro num balde que decorávamos com o papel mais bonito. Depois as prendas iam aparecendo debaixo da árvore e eram sempre mais que muitas! O Natal era sempre recheado de fritos, as filhoses do meu avô que nunca mais comi, este ano pela primeira vez estou a pensar fazê-las, as broas de anis que tentamos sempre fazer mas que não há nenhumas como as feitas pela minha avó I., as velhoses, as azevias da minha avó A. O Natal era passado a véspera com os meus pais e no dia costumávamos ir muitas vezes a casa da avó e do avô em V.F.X. comer as comidas saborosas da avó, a sopa de camarão, os rissóis, aquele arrozinho tão bom, o perú recheado, uma delícia. Era uma grande festa! Também houve anos em que o Natal foi passado no norte com avó A. que fazia sempre o presépio, este ano tenho vontade de fazer um. Nesta altura do ano não consigo deixar de pensar nos meus avós e avô e sentir a falta que tanto me fazem. Lembro-me como se fosse hoje e já foi há algum tempo da última vez que passei o Natal com as minhas avós no Alentejo. Já eram muito velhinhas mas foi tão bom poder ter a sua presença, ver a alegria no olhar de cada uma delas de estarem perto de nós, sentir os seus miminhos especiais insubstituíveis... No meu coração vocês estão sempre presentes!!!
A vida é mesmo assim e este ano cá estou eu e a minha família para celebrar o Natal mas para mim mais tristemente... Talvez quando tiver filhos o natal venha a ter outro encanto!
Muitos beijinhos!
Magali

Read more